Vida e Obra de Albert Einstein


08/12/2005


AvAlIaÇÃo FiNaL

Sempre inovar nos formas de trabalho e entrar na realidade no jovem pra o estudo se tornar agradável e proveitoso.

Com esse objetivo, nós gostamos deste trabalho com blogs, e gostariamos que nos proximos anos fosse mantido esse padrão de trabalho, só que com mais tempo para publicar o conteúdo, pois de qualquer maneira sempre ligaremos a internet como algo fora do materia escolar e então em segundo plano na questão de estudo, mesmo que a materia contida no blog sendo aproveitada tão bem como foi.

Valeu, sora!!!

Do aqui por finalizado o blog de fisica deste ano, flw!

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 21h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

QuEm FoI tOrRiCeLlI?

No ano de 1608, a 15 de outubro, nascia em Faenza um futuro cientista, destinado a desempenhar importante papel no desenvolvimento das idéias de Galileu. Seu nome era Evangelista Torricelli, o responsável pela comprovação do pêso do ar, também conhecido como precursor de Newton e Leibniz no desenvolvimento do cálculo infinitesimal.

Grande parte dos estudos matemáticos de Torricelli não conseguiu sobreviver. Eram, sobretudo, trabalhos efetuados em Roma, em época precedente ao período toscano, quando Torricelli publicou pouca coisa, e tudo sob a forma de apontamentos desordenados, freqüentemente incompreensíveis e desconexos. Felizmente, sua correspondência com outros sábios permitiu reconstituir os problemas que atraíam, na época, sua atenção.

As novas ciências experimentais - física, astronomia e suas aplicações, a hidráulica, a balística - traziam aos estudiosos novos problemas. Torricelli prosseguiu, então, o estudo do movimento dos projéteis - iniciado anos antes por Tartaglia -, elevando notavelmente o nível de compreensão sobre o assunto.

Muitos afirmam que Torricelli preferiu sempre fazer outras pessoas trabalharem nas suas experiências, quando estas requeriam manipulações complicadas. De fato, muitas das pesquisas a ele atribuídas foram, na realidade, conduzidas por Viviani. Isso, todavia, não diminui a personalidade do grande matemático, que as idealizou e dirigiu.

Em outubro de 1647 Torricelli foi atacado por uma febre tifóide que, a 25 do mesmo mês, o levou à morte. O segredo, regiamente comprado pelo duque, veio a ser confiado por sua vez a Viviani. Em seguida, não houve mais informação alguma a seu respeito.

A maior preocupação de Torriceili, às vésperas da morte, dirigiu-se para os seus manuscritos. O moribundo recomendou a um amigo, o notário Ludovico Serenai, que os enviasse a Castelli, para sua impressão. Castelli, porém, faleceu 35 dias depois. M. Ricci recusou o pesado encargo. Viviani aceitou-o, mas não o cumpriu (sendo, por isso, acusado de querer sabotar o projeto), até que o fatigante e difícil trabalho de transcrição foi iniciado por Serenai que, todavia, não chegou a vê-lo impresso. Na realidade, a edição integral das obras data de 1919.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 21h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

dE oNdE sAiU a EqUaÇãO dE tOrRiCeLlI?

Na resolução de problemas envolvendo o movimento uniformemente variado (MUV) podemos usar duas equações, a função horária do espaço e a função horária da velocidade.

função horária do espaço função horária da velocidade

A equação de Torricelli aparece quando isolamos o tempo na função horária da velocidade e o substituímos na função horária do espaço.  Na verdade podemos dizer que juntando as duas equações acima obteremos Torricelli.  

Isso significa que você pode responder qualquer exercício de MUV sem Torricelli.  Basta você usar uma das equações acima e depois substituir o valor encontrado na outra.  O que a equação de Torricelli faz é encurtar o caminho, servindo como um atalho.  Basta usá-la uma vez e pronto.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 20h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

EqUaÇãO dE tOrRiCeLlI

A equação de Torriceli é mais uma que pode ser usada para determinar muitos aspectos importantes do movimento de um corpo, contanto que ele esteja em MUV.

Veja como ela é e o que cada termo representa.

v  à  velocidade final
vo à  velocidade inicial
a  à  aceleração
ΔS  à  variação do espaço  (S - So)

Se você reparar, o tempo não entra nesta equação, e é por isso que ela é útil.  Se você estiver resolvendo um problema, e nele não for dado o tempo, muito provavelmente a melhor saída será usar a equação de Torricelli. 

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 20h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

28/11/2005


ObSeRvAçÃo DaS lEiS dE kEpLeR

Observando os applets da página da UFRGS sobre as três leis de Kepler, conclui os seguiintes fatos:

1o. Lei: o satélite, ao se aproximar da gravidade terrestre, aumenta sua velocidade.

2o. Lei: a linha reta entre o satélite e a Terra sempre existirá e sua área será sempre a mesma.

3o. Lei: o satélite sempre acompanha a velocidade terrestre.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

O qUe É bUrAcO nEgRo

  Buraco Negro é uma região do espaço onde o campo gravitacional é tão forte que nada sai dessa região, nem a luz; daí vermos negro naquela região. Matéria (massa) é que "produz" campo gravitacional a sua volta. Um campo gravitacional forte o suficiente para impedir que a luz escape pode ser produzido, teoricamente, por grandes quantidades de matéria ou matéria em altíssimas densidades.

Buraco Negro é uma "coisa"
que de negro tem tudo,
mas de buraco não tem nada.

Prof. Renato Las Casas (13/12/99)

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h17
[ ] [ envie esta mensagem ]

3O. LeI dE kEpLeR

3a Lei de Kepler: Os quadrados dos períodos de revolução dos planetas são proporcionais aos cubos dos raios de suas órbitas.

figura: a atração F1 é maior do que a força F2.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

2o. LeI dE kEpLeR

2a Lei de Kepler: A reta que une um planeta ao Sol "varre" áreas iguais em tempos iguais (fig. 9.4).

Figura 9.4 - 2a Lei de Kepler - As áreas A1 e A2 são iguais

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

1o. LeI dE kEpLeR

1a Lei de Kepler: Qualquer planeta gira em torno do Sol, descrevendo uma forma elíptica da qual o Sol ocupa um dos focos (fig. 9.3).
Figura 9.3 - 1a Lei de Kepler - O Sol ocupa um dos focos da elipse e a órbita do planeta é elíptica

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

ReLaÇãO kEpLeR-cOpErNiCo

No início de 1597, Kepler publica seu primeiro livro, Prodromus dissertationum cosmographicarum continens mysterium cosmographicum de admirabili proportione orbium celestium deque causis coelorum numeri, magnitudinis, motuumque periodicorum genuinis et propiis, demonstratum per quinque regularia corpora geometrica, cujo título abreviado é Mysterium Cosmographicum (Mistérios do Universo). Neste livro defendia o heliocentrismo de Copérnico, e propunha que o tamanho de cada órbita planetária é estabelecido por um sólido geométrico (poliedro) circunscrito à órbita anterior. Este modelo matemático poderia prever os tamanhos relativos das órbitas. Kepler enviou um exemplar para Tycho Brahe, que respondeu que existiam diferenças entre as previsões do modelo e suas medidas. Um exemplar enviado a Galileo, 8 anos mais velho que Kepler, fez este enviar uma pequena carta a Kepler agradecendo mas dizendo que ainda não havia lido, e dizendo que acrediatava na teoria de Copérnico. .

Em janeiro de 1600 Kepler, então com 28 anos, visitou-o no castelo de Benatky, que o imperador tinha colocado à disposição de Tycho. Kepler sabia que somente com os dados de Tycho Brahe poderia resolver as diferenças entre os modelos e as observações. Tycho não acreditava no modelo de Copérnico por motivos teológicos, mas também porque acreditava que fosse possível medir a paralaxe das estrelas, que o modelo de Copérnico assumia à distância infinita.

Entre 1617 e 1621 Kepler publicou os 7 volumes do Epitome Astronomiae Copernicanae (Compendium da Astronomia Copernicana), que se tornou a introdução mais importante à astronomia heliocêntrica, e um livro texto de grande uso. A primeira parte do Epitome, publicada em 1617, foi colocada no Index de livros proibidos pela Igreja Católica em 10 de maio de 1619. A proibição por parte da Igreja Católica às obras sobre o modelo heliocêntrico começou pelo fato de Galileo ter escrito seu livro Siderius Nuncius (Mensagem Celeste) em 1610, despertando o interesse do povo. A razão da proibição era que no Salmo 104:5 do Antigo Testamento da Bíblia, está escrito: "Deus colocou a Terra em suas fundações, para que nunca se mova".

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 13h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

QuEm FoI jOhAnNeS kEpLeR?

Johannes Kepler nasceu em 27 de dezembro de 1571, no sul da atual Alemanha, que naquela época pertencia ao Sacro Império Romano, em uma cidade chamada Weil der Stadt, região da Swabia. Era filho de Heinrich Kepler, um soldado, e de sua esposa Katharina, cujo sobrenome de solteira era Guldenmann. Seu avô paterno, Sebald Kepler, era prefeito da cidade, apesar de ser protestante (Luterano), numa cidade católica. Esta era a época da Renascença e da Reforma Protestante.

Por ter corpo frágil e pelas poucas condições financeiras da família, foi enviado ao seminário para seus estudos. Em setembro de 1588 Kepler passou o exâme de admissão (bacharelado) da Universidade de Tübingen, mas só iniciou seus estudos lá em 17 de setembro de 1589, onde estudava teologia no seminário Stift. Em 10 de agosto de 1591 foi aprovado no mestrado, completando os dois anos de estudos em Artes, que incluia grego, hebreu, astronomia e física. Iniciou então os estudos de teologia, estudando grego com Martin Crusius, matemática e astronomia com Michael Maestlin, aprendendo com este sobre Copérnico, embora seu mestre defendesse o modelo geocêntrico do Almagesto de Ptolomeu. Antes de completar seus estudos, Kepler foi convidado a ensinar matemática no seminário protestante (Stiftsschule) de Graz, na Áustria, onde chegou em 11 de abril de 1594. Seu trabalho, além de ensinar matemática, que se conectava com a astronomia, também incluía a posição de matemático e calendarista do distrito.

Apesar do nome de Kepler estar ligado à Astrologia, ele diz: ``Meus corpos celestes não eram o nascimento de Mercúrio na sétima casa em quadratura com Marte, mas Copérnico e Tycho Brahe; sem sua observações, tudo o que eu pude trazer à luz estaria enterrado na escuridão.''

Kepler então juntou-se à sua família em Regensburg, mas mudou-se para Sagan em julho de 1628, como matemático do imperador e do duque de Friedland. Em uma viagem, foi acometido de uma doença aguda em Regensburg, Alemanha, onde faleceu em 15 de novembro de 1630.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 12h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/10/2005


IlUsTrAçÃo: LeI dA aÇãO e ReAçÃo

No exemplo, o tiro exerce uma força e o impacto com o ar, uma força contrária, fazendo até que o atirador caísse: esta é a lei da ação e reação!!!!

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 22h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

IlUsTrAçÃo: LeI dA fOrÇa

Na vela em alto-mar, a vento exerce uma força sobre o objeto, estando diretamente ligado com a força deste móvel: esta é a lei da relação força/velocidade!!!

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 21h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

IlUsTrAçÃo: LeI dA iNéRcIa

Numa brusca freada do ônibus, as pessoas continuam em movimento, fazendo com que algumas caiam: esta é a lei da inércia!!!

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 21h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

MaIs CuRiOsIdAdEs SoBrE nEwToN (o SoL)

A luz do nosso astro-rei demora 8 min e 15 s para chegar até nós.
A distância entre o Sol e a Terra é de 148,45 milhões de quilômetros.
 
Sua massa é 334,672 vezes maior que massa da Terra, e ele é 109 vezes maior que ela.
Na sua superfície a temperatura chega a 5500 oC. Calcula-se que no seu centro a temperatura chega a 15 milhões oC.
Ele sempre nasce do lado leste.

Escrito por Gui, Jonathan, Tássia e Kris às 21h50
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: